Análise estratégica de negocio

Como alguém pode avaliar uma estratégia de negócios? Vejamos o conceito de análise estratégica. Definimos análise estratégica como a avaliação da posição competitiva atual da empresa, a identificação de posições competitivas valiosas no futuro e como alcançá-las.

A análise estratégica é realizada sob uma perspectiva generalista. Com isso, digo que cruzamos um caminho funcional dos negócios. A análise estratégia é, em minha opinião, fundamental! Pois ao tentar entender uma estratégia de negócios iremos falar sobre marketing e finanças e trataremos destes tópicos de forma integrada. Esta estratégia funciona como uma base, através da qual outras atividades da organização irão se espelhar. Portanto, se você estiver pensando em um plano de orçamento financeiro ou um plano de marketing, eles devem se basear no plano estratégico geral da sua organização.

Vamos fazê-lo de modo a enfatizar a ideia de raciocínio estratégico. Precisamos pensar sobre estratégia no contexto de um mercado maior e no mercado mais competitivo em que sua empresa se encontra e opera. Então, como um exemplo: pense na Apple. Após muitos anos da criação do primeiro reprodutor de música digital, a Apple conseguiu introduzir o IPod no mercado, mesmo tendo muitos concorrentes e competições nessa época (como mp3 e até mesmo o Zune da Microsoft), o que acabou trazendo inovações e sucessivamente, mais produtos para a marca. Assim, para entender realmente sobre estratégias e quando elas são bem sucedidas, precisamos entender concorrência e a dinâmica competitiva do mercado ao longo do tempo e precisamos planejar com toda a complexidade e possibilidades do mundo real com que empresas e organizações tem que lidar.

Em terceiro lugar, nossa análise precisa se fundamentar em raciocínio lógico e dados. temos hoje diversas formas de coletar e utilizar dados, de modo a desenvolver sua análise estratégica. existe uma variedade de diferentes ferramentas e estruturas que podemos utilizar quando analisamos uma estratégia de negócios. E ainda mais importante, maneiras de você integrar estas ferramentas e estruturas, compreendendo quando é mais adequado aplicar uma ferramenta ou estrutura em vez de outra, e por fim, reuni-las novamente.

Agora, uma pergunta óbvia: quem faz a análise estratégica? A primeira resposta da maioria das pessoas seria: o CEO ou o Presidente da empresa ou organização, e isso é bem verdade. Mas há outros também. Empresários, proprietários de pequenos negócios. Estratégia é importante para eles também. Em organizações maiores, não é incomum haver um VP para planejamento estratégico ou mesmo um diretor de estratégia dentro dessas organizações. Pessoas que se dedicam a analisar a estratégia de suas organizações. Para empresas maiores, com diversos negócios, pode haver gerentes gerais em suas próprias unidades de negócios que necessitam fazer sua analise estratégica para progredir com sua linha de negócio específica. Mas estratégia não se limita apenas àqueles que lideram organizações. Eu diria que qualquer um que deseje avaliar uma estratégia precisa compreender como fazer uma análise estratégica. Poderiam ser investidores ou analistas financeiros interessados em entender qual o potencial retorno financeiro para um negócio. Eles diriam que é impossível fazê-lo se você não tiver um entendimento básico de para onde sua estratégia está indo.

O que dizer de alguém que quer fazer recomendações sobre ações estratégicas futuras? Profissionais como consultores administrativos e similares. Mais uma vez, é fundamental compreender sua estratégia de negócio para estar apto a oferecer tais recomendações. Por fim, mas não menos importante, não devemos perder de foco aqueles que podemos chamar de partes interessadas secundárias. Pessoas que podem ser afetadas pela organização ou tem participação na empresa, mas talvez não sejam participantes diretos como funcionários ou clientes. Pode ser qualquer um, desde um grupo de ativistas a órgãos reguladores. Para eles, é frequentemente necessário e útil compreender como os negócios reagem aos diversos estímulos e pressão que sofrem e entender qual é seu intuito estratégico e como eles pensam sobre o progresso desta estratégia. Assim, estratégia e análise estratégica, em particular são ferramentas realmente úteis para uma grande variedade de indivíduos e partes interessadas, que são afetadas pelas organizações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *