Como criar um Dashboard atrativos e interativo.

O poder de um Dashboard atrativo

Os painéis são poderosas ferramentas visuais que ajudam você a compartilhar a trajetória dos seus dados.

São eles que organizam as informações extraídas de vários conjuntos de dados em um local centralizado, economizando, assim, bastante tempo. Nos analistas de dados usamos essas ferramenta para monitorar, analisar e visualizar dados, e assim tirar dúvidas e solucionar os problemas. Quer ter uma noção básica do visual dos painéis? Veja o artigo: Seis exemplos reais de painéis de inteligência nos negócios. O Tableau é uma ferramenta usada para criar painéis.

Antes de qualquer projeto de desenvolvimento de Dashboar, veja algumas perguntas que precisam ser feitas aos usuários.

1. Como você espera que os dados o ajudem?
2. Que perguntas você está tentando responder com os dados? Em outras palavras, o que problema que você está tentando resolver?
3. Quais são as três métricas mais importantes?
4. Como essas métricas são definidas ou calculadas?
5. Você precisará limitar os dados que vê (por exemplo, precisará apenas olhar os resultados de uma região específica ou um período de tempo específico)?
6. Todas as fontes de dados de que você precisa para responder às suas perguntas estão disponíveis?
7. Existem relatórios que você usa hoje que poderiam ser fornecidos como exemplos de o que seria útil? Em caso afirmativo, solicite que seja disponibilizado.
8. Se você tivesse todas essas informações disponíveis, você teria informações para tomada de decisões? Que ação você tomaria?

sabe mais alguma coisa?

Na tabela abaixo, você encontra um resumo dos benefícios que os analistas de dados e as partes interessadas podem aproveitar com o uso de um painel.

BenefíciosPara analistas de dadosPara partes interessadas
CentralizaçãoCompartilhar uma única fonte de dados com todas as partes interessadas.Trabalhar com uma perspectiva completa dos dados, iniciativas, objetivos, projetos, processos e muito mais.
VisualizaçãoExibir e atualizar dados recebidos em tempo real*Identificar os padrões e tendências variáveis com mais agilidade.
PerspicáciaExtrair informações importantes de diferentes conjuntos de dados.Entender a trajetória por trás dos números e, assim, monitorar as metas e tomar decisões com base em dados.
PersonalizaçãoCriar visualizações personalizadas, voltadas a uma pessoa ou projeto específico, ou apresentação de dados.Detalhar a áreas mais específicas de preocupação ou interesse especializado.

*Vale lembrar que os dados alterados são extraídos em painéis de forma automática somente se não houver diferença na estrutura dos dados; caso contrário, é necessário atualizar o design do painel antes que o dado possa ser atualizado em tempo real.

Como criar um painel

Confira o processo para criar um painel:

1. Identifique as partes interessadas que precisam ter acesso aos dados e como elas os usarão

Para isso, é preciso fazer perguntas eficazes. Consulte a Planilha de levantamento de requisitos. Nela, você encontra uma ampla variedade de excelentes perguntas que pode usar para identificar as partes interessadas pertinentes e o que precisam com relação aos dados. É um ótimo recurso que orienta você durante o processo, quantas vezes for.

2. Projete o painel (o que deve ser exibido)

Dicas para ajudar a tornar o design do painel claro, fácil de seguir e simples:

  • Use um cabeçalho simples para identificar a informação;
  • Adicione breves descrições de texto para cada visualização;
  • Exiba a informação mais importante no topo.

3. Crie esboços, se assim quiser

Essa é uma etapa opcional, embora vários analistas de dados gostem de esboçar os painéis antes de criá-los.

4. Selecione as visualizações que serão usadas no painel

Você tem várias opções e tudo depende da trajetória que está trazendo sobre os dados. Alinhar as tabelas ou os gráficos de barras pode ser a melhor opção para mostrar uma mudança de valores com o tempo. Se sua meta é mostrar como cada parte contribui para o total em questão, um gráfico de pizza ou de rosquinha podem ser a melhor opção.

Para saber mais sobre como escolher as visualizações certas, dê uma olhada no breve curso de Looker sobre como elaborar ótimos painéis. Você só precisa se inscrever para ter acesso ao tutorial completo de graça. Além disso, você pode acessar as galerias do Tableau:

  • Para mais amostras de gráficos de área, gráficos de coluna e outras visualizações, acesse Viz Gallery do Tableau. A galeria é repleta de ótimos exemplos criados com dados reais. Explore o recurso e inspire-se.
  • Conheça o Viz of the Day do Tableau e veja as visualizações criadas pela comunidade, isto é, criadas pelos usuários do Tableau. Essas visualizações são uma ótima maneira de saber um pouco mais sobre como outros analistas de dados usam as ferramentas de visualização de dados.

5. Crie quantos filtros forem necessários

Os filtros exibem determinados dados enquanto ocultam o restante em um painel, o que pode ser bastante útil para identificar os padrões sem abrir mão dos dados originais. É comum que os analistas de dados usem e compartilhem o mesmo painel; eles, no entanto, administram sua parte com um filtro. Para saber um pouco mais sobre filtros e ver exemplos práticos, acesse a página do Tableau sobre Ações de filtros. É um recurso útil para salvar e voltar a acessar quando começar a praticar o uso dos filtros no Tableau.

Os painéis são parte da jornada de uma empresa

Assim como o painel de uma aeronave exibe a rota de voo para o piloto, seu painel faz o mesmo para suas partes interessadas, ajudando-as a percorrer os trilhos do projeto nos dados. Ao adicionar marcadores claros e destacar os pontos importantes no seu painel, os usuários entenderão onde a trajetória dos seus dados está encabeçada. Dessa forma, vocês podem trabalhar juntos para garantir que sua empresa chegue onde precisa.